Cidades chinesas registram crescimento um pouco mais rápido

Cidades chinesas registram crescimento um pouco mais rápido em preço de habitação em março

Beijing, 2 abr (Xinhua) -- A Academia Chinesa de Índices, uma instituição de pesquisa imobiliária, revelou que os preços de habitação nas cidades chinesas aumentaram um pouco mais rápido em março.

De acordo com a pesquisa publicada pelo jornal Economic Information Daily, os preços médios de novas casas em 100 cidades aumentaram 0,24% em termos mensais em março, uma alta de 0,14 ponto percentual ante fevereiro.

Na comparação anual, estas 100 cidades registraram uma alta de 4,43% nos preços médios de habitação em março, menos 0,19 ponto percentual em relação ao mês anterior.

Ao mesmo tempo, os preços médios de novas casas nas dez principais cidades chinesas, incluindo Beijing e Shanghai, subiram levemente 0,15% em termos mensais, expandindo 0,11 ponto percentual ante fevereiro.

Segundo a instituição, o fornecimento de habitações nas principais cidades chinesas subiu visto que as incorporadoras imobiliárias aceleraram o ritmo de fornecimento de novos prédios.

Apesar de uma taxa de crescimento um pouco mais rápida em termos mensais, a maioria das cidades manteve a variação de mudanças de preço de habitações dentro de 1%.

Dados do Departamento Nacional de Estatísticas (DNE) também mostraram que os preços de habitação nas 70 principais cidades chinesas subiram levemente em fevereiro.

A China prometeu manter o desenvolvimento estável e saudável do mercado imobiliário, segundo o relatório de trabalho governamental de 2019 divulgado em março.

O país continuará a insistir no princípio de que "as casas são construídas para viver, não para especulação", com governos locais estabilizando mercados imobiliários baseados nas condições regionais diversificadas.

相关阅读